No artigo de hoje, partilho contigo um guia completo da cidade de Valência. Como chegar, o que visitar em Valência, onde comer e dormir (melhores zonas) e muito mais.  Apenas para introduzir o tema – ADOREI a cidade! E, certamente vais gostar dela também pela sua qualidade de vida e riqueza cultural. Espero que o guia te seja útil, portanto, boa leitura!

Sobre Valência

Basicamente, Valência compila o melhor dos mundos, tem sol na maior parte dos dias do ano e praias com água morna (sim! É espetacular!), tem história, cultura, modernidade e muita qualidade de vida. Acreditas que não há uma rua em Valência que não tenha uma ciclovia? Pois é, verdade. Muitos habitantes, e a maioria dos turistas, usam as bicicletas e as trotinetas a elétricas como meio de transporte, e isso é bastante benéfico a nível ambiental. É muito giro!

Valência

Praça de La Reina | Foto: Wander Life Blog

Dados Práticos

> Documentação: cartão de cidadão
> Moeda: euro
> Horário: mais 1 hora do que em Portugal
> Melhor época: a qualquer altura, mas no verão podes aproveitar as praias.

Onde fica no Mapa?

Para perceberes melhor a estrutura da cidade, convido-te a fazer zoom aqui no mapa. De Portugal a Valência: são cerca de 800 km, desde o centro de Portugal.

Mapa

O que visitar em Valência?

Acredita, não vais ter falta do que fazer em Valência, principalmente no verão. Há monumentos, edifícios e praças para apreciar, há os espaços verdes do Túria para conhecer, praia com água morna para desfrutar, enfim, o que não vai faltar é ocupação durante os dias em que estiveres por Valência.

Cidade das Artes e das Ciências | Foto: Wander Life Blog

Foto: Wander Life Blog

A minha lista de sugestões é a seguinte:

1. Conhecer o Centro Histórico de Valência

Praça de L’ ajuntament| Foto: Wander Life Blog

Praça de L’ ajuntament| Foto: Wander Life Blog

Claro está que o centro histórico de Valência, não pode ficar fora de qualquer roteiro que decidas fazer pela cidade. É simplesmente adorável. Vais adorar conhecer cada rua, os mercados característicos, as praças, enfim, tudo. Há muita coisa para explorar no centro histórico.Inclusive, existe muita oferta de restaurantes e cafés, por isso, se pretenderes almoçar ou jantar por lá será uma ótima ideia.

2. Passear e desfrutar do Jardim do Túria

Jardim do Túria, zona paralela à Cidade das Artes e das Ciências | Foto: Wander Life Blog

Jardim do Túria| Foto: Wander Life Blog

Esta é uma paragem obrigatória! O antigo rio Túria que passava pelo centro da cidade de Valência, deu lugar a um maravilhoso jardim de 9 km.

Antigamente, a cidade sofria com imensas inundações e foi então que decidiram desviá-lo do centro da cidade e implementar no seu lugar um magnífico jardim!

É espetacular ver a qualidade de vida que existe em Valência e o cuidado que existe em manter as coisas bonitas e extremamente bem arranjadas. Vê-se que existe muito brio e orgulho na cidade. E este jardim enorme é um bom exemplo disso.

Como referi, o jardim ocupa 9 km de comprimento: vai desde o centro da cidade até quase à zona litoral. Não há um pequeno desleixo ou área negligenciada.

Existem percursos para a circulação de bicicletas e pedestres, zonas para a prática de exercício físico, bancos de jardim para os mais cansados, existem lagos, enfim, é imensa a oferta que existe aqui.

3. Apreciar a obra arquitetónica da cidade das artes e das ciências

Este complexo é verdadeiramente um ponto forte da cidade. Uma obra admirável do arquiteto Santiago Calatrava. A cidade das Artes e das Ciências fica localizada, mesmo quase no final da extensão do jardim do Túria – no sentido do mar mediterrâneo:

Ver Mapa
Cidade das Artes e das Ciências – Palau das Artes e L’Hemisféric| Foto: Wander Life Blog

Palau das Artes e L’Hemisféric (o mais próximo)| Foto: Wander Life Blog

O complexo é composto por:

 

– Palau das Artes:

com salas especulares onde ocorrem inúmeros espetáculos musicais e de dança.

Preço da visita guiada ao Palau: 10,50€ com duração de aproximadamente 30 minutos.

 

– L’Hemisféric:

é o edifício central do complexo. Possui uma sala de projeções de cinema 3D. Na verdade, os filmes que passam em 3D são documentários e tens a possibilidade de escolha do audio em língua inglesa ou espanhola. Confesso que achei mais interessante a obra arquitetónica em si do que propriamente a sessão de cinema.

Preço da sessão de cinema em 3D: 8€ com duração de 45m a 1 h.

 

– Museu da Ciência:

é o último edifício e não menos interessante do que os anteriores. É uma obra espetacular, já para não falar de todo o espaço envolvente. Os lagos, o jardim situado paralelamente ao museu das ciências, tudo!Preço do bilhete visitar o museu: 8€ com duração de 1 hora.

Nota: Se não houver crianças envolvidas na viagem a Valência, não aconselho gastar dinheiro neste bilhete. Se só tiveres curiosidade de ver o edifício por dentro – podes entrar e ver um pouco da sua dimensão. Só pagas, caso queiras visitar o museu que fica situado nos pisos superiores. Confesso que a beleza e magnitude deste local está muito do lado de fora, pela obra arquitetónica envolvida. Desfruta ao máximo!

 

4. Dar uns Mergulhos nas Praias de Valência

Praia de Canabyal| Foto: Wander Life Blog

Praia de Canabyal| Foto: Wander Life Blog

A praia de areia escura e escaldante e água morna, é um ponto a não perder em Valência.

Basicamente, revivi os meus 8 anos de idade nesta praia. Apesar de termos praias lindas e maravilhosas em Portugal, esta água quentinha de Valência fez lembrar-me a época em que eu não sentia arrepio na espinha, durante quase um dia inteiro dentro de água. A temperatura era maravilhosa, e ver o pôr-do-sol dentro daquele caldinho foi mesmo qualquer coisa!

5. Fazer um passeio de barco na Albufeira de Valência

Ver Mapa

Como vês, a albufeira de Valência fica situada a 24,9 km do centro da cidade. Se quiseres fazer este passeio de barco, a melhor altura é ao entardecer, porque vais poder contemplar um pôr-do-sol fora de série!

Para te deslocares até ao parque natural da albufeira podes optar por te deslocares de autocarro ou de carro, caso seja uma possibilidade. Devo dizer que aqui nesta zona comem-se verdadeiras paellas valencianas. Fica a dica!

6. Visitar a Praça de La Reina

Ver Mapa

Praça de la Reina | foto: wanderlifeblog

É uma praça muito atraente e movimentada. É um dos pontos de visita obrigatórios na tua estadia em Valência – é aqui que fica localizada a Catedral da cidade. Vais poder tomar um café, um lanche ou até mesmo fazer uma refeição enquanto desfrutas da beleza envolvente.

7. Conhecer a Praça de La Virgen

Ver Mapa

Praça de la Virgen (final de tarde) | foto: wanderlifeblog

Próxima à praça de la Reina, fica situada a praça de la Virgen. ADOREI esta praça, principalmente ao final da tarde! É charmosa, acolhedora e movimentada. À noite poderás sentar-te num dos seus cafés a conversar e desfrutar da dinâmica: dos pequenos espetáculos amadores, da movimentação e da fonte peculiar de Neptuno que se ilumina no período da noite, e por sua vez, atrai imensa gente ao seu redor.

8. Visitar o Mercado Municipal – Praça Redonda

Ver Mapa

Praça Redonda| foto: wanderlifeblog

Fica localizado no espaço circular ao ar livre de um edifício redondo. Aqui encontram-se pequenos pontos de venda de peças de artesanato (trabalhos rendados, tecidos, etc) e cafés.

Mesmo que não tenhas interesse em comprar nada, visita o edifício, porque vais gostar! Todos estes comércios e arquitetura são atrações turísticas e um pouco daquilo que caracteriza Valência!

9. Percorrer a Lonja de La Seda

Ver Mapa
Ver Mapa

Lonja de la Seda | foto: wanderlifeblog

Lonja de La Seda ou Loja da Seda construida entre os anos de 1842 e 1533, foi considerada uma das mais belas obras do gótico civil europeu. Foi um verdadeiro centro comercial direcionado para o comércio de seda entre os séculos XV. Foram tempos de grande poder e riqueza em Valência.

loja da seda é composta por 4 partes:  a torre, o salão do consulado do mar, o pátio das laranjeiras (pátio ao ar livre cheio de laranjeiras e uma pequena fonte no centro) e o salão das colunas. Numa das salas podes sentar-te a assistir a um pequeno vídeo sobre o comércio da seda em Valência.

Entrada paga – preço: 2€ por pessoa (bilhete normal)

10. Visitar o Mercado Central

Ver Mapa
Ver Mapa

Mercado Central | foto: wanderlifeblog

O Mercado Central assume um lugar de destaque na visita ao Centro Histórico da cidade. Inaugurado em 1928, este mercado é um dos mais antigos da Europa e uma verdadeira referência arquitetónica do século XX. O interior é amplo e imenso, composto por um conjunto de vigas de aço e uma cúpula com mais de vinte metros de diâmetro.

Aqui vais encontrar à venda produtos diversos e de grande qualidade: peixe fresco, carnes, presuntos da região, vinhos, frutos secos, especiarias, verduras, frutas servidas na hora, bem, só mesmo assistindo à dinâmica deste mercado! Sem dúvida, um ponto alto e divertido da viagem ao centro histórico.

11. Passear e apreciar a Praça de L’ Ajuntament

Ver Mapa
Ver Mapa

Praça de L’ Ajuntament | foto: wanderlifeblog

É uma das maiores, mais importantes e animadas praças de Valência. L’Ajuntament reúne a agitação quotidiana, a beleza arquitectónica modernista dos edifícios e a frescura de uma fonte adornada por vegetação e relvado. Aqui ficam localizados inúmeros restaurantes e lojas, a câmara municipal e os correios. É uma praça lindissima, uma das minhas favoritas, sem dúvida!

12. Passear e apreciar a Praça de L’ Ajuntament

Depois de passares pela Praça de L’Ajuntament vais encontrar mesmo à tua frente a grande estação ferroviária e a famosa praça de touros (lado a lado). Entra nos dois edifícios, porque certamente vais adorar.

Ver Mapa

Praça de touros (esquerda) e Estação ferroviária (direita) | foto: wanderlifeblog

Ver Mapa

Estação ferroviária | foto: wanderlifeblog

estação Ferroviária do Norte é considerada uma das construções modernistas mais importantes de Valência. Demetrio Ribes Marco finalizou em 1917 um trabalho arquitetónico que havia iniciado em 1906.

13. Apreciar a Praça de Touros

Ver Mapa
Ver Mapa

Praça de Touros | foto: wanderlifeblog

Apesar de não ser adepta de qualquer evento ou espetáculos que envolvam touradas, confesso que adorei a beleza e imponência da praça de touros. Se gostas deste tipo de espetáculo e tiveres curiosidade, poderás comprar um bilhete para um que esteja em cartaz na altura em que visitares a cidade.

De qualquer das formas, independentemente de ires ou não ver uma tourada, entra no edifício (é gratuito) e aprecia o seu estilo neoclássico. Esta praça já existe desde 1859, o que faz dela uma das mais antigas da cidade.

14. Visitar o Mercado del Cólon

Ver Mapa

Mercado de Cólon é mais um mercado modernista típico de Valência – declarado Monumento Nacional. Foi projetado por Francisco Mora Berenguer no início do século XX, com o objetivo de suprir as necessidades das classes burguesas da época.

Atualmente, é um local sofisticado com pequenas lojas, florista, pequenos cafés charmosos e excelentes restaurantes. É um ponto de encontro e palco de alguns eventos gastronómicos realizados na cidade.

É extremamente agradável passar aqui. Sugiro que entres e faças uma pequena tour pelo mercado, que tires umas fotografias e te sentes para tomar um café enquanto aprecias cada detalhe da obra modernista de Cólon.

Outros lugares a visitar em Valência

 

– Museu da Seda

Relativamente próximo ao Mercado Central

– Torres de Serranos

Nordeste do centro histórico, junto aos jardins do Túria

– Torres de Quart

Nordeste do centro histórico, junto aos jardins do Túria

GOSTASTE DO POST? GUARDA O PIN PARA LERES MAIS TARDE! ↡↡
O que fazer em Valência

Onde ficar?

Como a cidade é plana e existem muito bons acessos, poderás deslocar-te facilmente de qualquer parte, no entanto, deixo aqui algumas sugestões que poderão ajudar-te a orientar o teu plano de decisão. Toda a atmosfera de Valência é bastante tranquila, sendo que assim não terás zonas que se possam chamar de problemáticas.

Eu, particularmente, fiquei hospedada num hotel próximo do centro histórico e do jardim do Túria – e devo dizer que adorei. Na minha opinião, foi uma localização bastante positiva.

Rapidamente me desloquei a pé pelas atrações da cidade e fui para a praia de bicicleta apanhando a extensão do Túria. A minha sugestão é ficares:

1. Perto do Jardim do Túria

Ao ficares próximo do jardim vais conseguir deslocar-te de maneira muito rápida, principalmente se alugares uma bicicleta ou uma trotineta elétrica. Existem várias entradas ao longo de todo o jardim, por isso, torna tudo mais simples. Através deste percurso vais poder deslocar-te de ponta-a-ponta.

2. Próximo do Centro Histórico

Se ficares perto da zona histórica vais poder usufruir de acesso rápido a todas as atrações. Por outro lado, poderás ir  jantar e conhecer tranquilamente Valência à noite, sabendo que num instante chegarás ao teu hotel para descansar.

Onde comer?

Deixo aqui algumas sugestões de onde poderás comer em Valência, tendo em conta a atmosfera do local.

Verdadeira Paella Valenciana| Foto: Wander Life Blog

Verdadeira Paella Valenciana| Foto: Wander Life Blog

1. Praça de La Reina (Centro histórico)

Esta praça é lindíssima e, com certeza, vais desfrutar de uma refeição agradável enquanto contemplas a área envolvente. Existe muita oferta de refeições nesta praça, portanto, é só escolheres o local que mais te agradar.

2. Praia de Canabyal

Na Carrer d’otumba não falta oferta de restaurantes para se fazer uma boa refeição. Existem tapas, paellas, peixe, entre outras.

3. Praça de La Virgen

Esta praça é simplesmente fantástica, adorei todo o ambiente envolvente. A fonte peculiar de Neptuno, a movimentação e os espetáculos amadores. Com certeza desfrutar de um ambiente único durante a tua refeição! Experimenta.

4. El Saler e El Palmar

Se fores visitar a Albufeira, a minha sugestão é que jantes por essa zona de El Palmar ou El Saler. Aqui são onde os valencianos vão quando querem comer boa paella. Falei com moradores de lá e foi a sugestão que me deram quando perguntei onde poderia comer uma boa e típica paella valenciana. Portanto, fica a dica para ti também! Eu comi em El Palmar e estava maravilhosa!

GOSTASTE DO POST? GUARDA O PIN PARA LERES MAIS TARDE! ↡↡
Valência

Pin It on Pinterest

Share This