costa vicentina

Queres visitar o Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina e estás à procura de um guia completo para te ajudar a orientar a viagem?

Então aproveita bem este roteiro que preparei para ti com base nas viagens que realizei a este fantástico destino português.

costa vicentina

A Costa Vicentina é um destino para todos os gostos: romântico, para grupos de amigos ou para famílias com crianças. O local tem paisagens fantásticas e locais com perfil histórico bastante interessante.

É mais do que uma simples viagem. A Costa Vicentina transmite um rol de sensações: inspiração, romantismo, entusiasmo e, no final, muita saudade.

Costa Vicentina

Sem dúvida, é um dos lugares mais bonitos e arrebatadores de Portugal. E por isso, merece uma visita completa de norte a sul (pelo menos uma vez na vida).

Tem paisagens maravilhosas. Falésias de cortar a respiração. Enseadas desertas. Muitos trilhos, ar puro e vilas giras e animadas para conhecer.

A gastronomia é de primeira e contém todos os bons sabores da terra.

Sobre a Costa Vicentina

O Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina abrange cerca de 110 km de costa pelos distritos de Setúbal, Beja e Faro. A área total divide-se da seguinte forma:

  • Sudoeste Alentejano: inicia em São Torpes (distrito de Setúbal), passa pelo concelho de Odemira (distrito de Beja) e termina em Odeceixe.
  • Costa Vicentina: inicia em Odeceixe (distrito de Faro) e termina em Burgau (distrito de Faro).

Além de constituir a maior extensão de área protegida da costa portuguesa, é também o percurso de litoral europeu mais bem conservado.

Costa Vicentina

Aqui avistam-se espécies raras como as águias pesqueiras e as lontras. Local único em Portugal e um dos últimos da Europa onde se pode encontrar estes animais em habitat natural.

Não é fantástico perceber que temos tanta riqueza assim tão perto de nós?

Quando visitar a Costa Alentejana?

O clima na Costa Vicentina é bastante favorável, ameno e solarengo. São mais de 300 dias de sol por ano nesta região.

Portanto, a melhor altura para visitares o litoral alentejano vai depender muito os teus planos.

  • Queres percorrer toda a costa e passar umas férias maravilhosas? Os meses de verão são a melhor altura para o fazeres (de junho a setembro).
  • Pretendes percorrer a Rota Vicentina a pé ou de bicicleta? Então os meses de outono e primavera são os mais adequados.
  • Ou queres por exemplo, apanhar umas ondas no mar da costa vicentina? Se assim for, não é difícil decidir. Praticamente todos os meses do ano são bons para o fazeres.

Eu fiz a minha roadtrip pelo litoral alentejano e costa vicentina em julho e foi uma aventura espetacular. A temperatura esteve sempre favorável e os dias ótimos para fazer praia.

Costa Vicentina

Onde dormir na Costa Alentejana?

Se decidires fazer uma roadtrip pela costa alentejana ou passar apenas alguns dias por lá, uma das primeiras questões que vão surgir na altura do planeamento é: onde ficar a dormir na costa vicentina?

Assim sendo, deixo aqui as minhas sugestões com os lugares que valem muito a pena permanecer mais tempo nesta viagem.

Vila Nova de Mil Fontes: é uma vila muito bonita e simpática. Tem vida noturna, portanto se gostares de passear à noite e de te sentares numa esplanada a conviver, Vila Nova de Mil Fontes é um local ótimo para te acomodares. Há espetáculos de rua e muita animação. Sem dúvida, um dos melhores lugares para conhecer e ficar mais do que um dia no roteiro pela costa vicentina.

Odemira: é uma vila pacata e bonita localizada mais para o interior da área protegida. É um lugar perfeito para descansar, passear e viver o ar puro do campo.

Odeceixe: além da praia excecional, Odeceixe tem um por do sol incrível e uma paisagem magnífica. Vais perceber do que falo assim que lá chegares.

Aljezur: é uma região engraçada e animada.

Sagres: é a região descontraída e jovem.

Costa Vicentina

Roteiro de carro para visitar o Litoral Alentejano

O melhor da visita ao Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina é não fazer planos muito rigorosos.

Essencialmente, o mais importante é perceberes os melhores lugares para visitar. Depois disso, segue viagem de forma livre e espontânea. Viajar ao sabor do momento e da aventura é o melhor há.

O roteiro que vou apresentar é uma sugestão de norte para sul e de apenas 5 dias. Se ficares mais dias basta  prolongares a tua estadia nos locais que mais gostares.

O importante é aproveitares tudo o que a costa alentejana e vicentina têm para te oferecer.

1º dia na Costa Vicentina

Praia da Samoqueira > Porto Covo > Ilha do Pessegueiro > Vila Nova de Mil Fontes

Roadtrip pela Costa Vicentina

Praia da Samoqueira

É uma praia virgem lindíssima que merece ser apreciada por todos os viajantes da Costa Vicentina. Uma das mais bonitas e arrebatadoras desta costa portuguesa.

Rochedos, grutas, areal irregular e águas claras é um pouco daquilo que podes encontrar por aqui.

Além disso, durante a maré baixa ainda podes ser presenteada com a formação de pequenas piscinas naturais.

Portanto, não percas a visita ou o dia de praia na Samoqueira (a 2,5 km de Porto Covo).

praia da samoqueira

Porto Covo

É uma região encantadora e uma preciosidade da costa alentejana, outrora recuperada por Marques de Pombal depois do terramoto de 1755.

Tipicamente alentejana, as cores que caracterizam a vila são o branco e o azul da barra horizontal. Sem dúvida, a região piscatória de Porto Covo não deixa ninguém indiferente à sua visita.

Por isso, aconselho-te a passeares calmamente pelo seu interior. Conhecer a famosa praça principal do Largo do Marquês de Pombal e todas as suas ruas acolhedoras.

Costa Vicentina

Ilha do Pessegueiro

E a poucos quilómetros abaixo de Porto Covo, está a famosa Ilha do Pessegueiro com vestígios de ocupação romana.​

Podes fazer uma visita guiada à ilha com duração de cerca de 2 horas. O local de embarque é no Porto de Pesca de Porto Covo e o bilhete tem um custo de 10 EUR para adultos e 6 EUR para crianças (entre 3 e 8 anos).

ilha do pessegueiro
Trilho Praia do Sissal

Tipo de percurso: circular

Distância: 4,5 km

Dificuldade: moderada

Local de partida: no largo do mercado, seguindo na direção do porto de pesca.​

Vila Nova de Mil Fontes

Vila Nova de Mil Fontes é uma das minhas vilas preferidas da Costa Vicentina! Confesso que tenho um carinho muito especial por esta região e por todo o seu centro histórico.

É uma povoação muito arranjadinha e acolhedora, animada e muito próxima do mar. Dá gosto passear pela região, comer um gelado e ir até à praia a pé.

À noite existem espetáculos de rua, cafés abertos, restaurantes e exposições ao ar livre (geralmente no Forte de São Clemente).

Portanto, se assim como eu também gostas de um pouco mais de animação, Vila Nova de Mil Fontes é um lugar perfeito para permaneceres mais tempo ou até para servir de base de férias no litoral alentejano.​

Costa Vicentina

Praias para visitar na região:

  • Malhão
  • Franquia
  • Farol
  • Furnas

A praia das Furnas fica localizada na margem esquerda do rio Mira e é um local perfeito para quem gosta de praticar desportos náuticos: windsurf, vela ou canoagem.

 2º dia na Costa Vicentina

Praia de Almograve > Cabo Sardão > Zambujeira do Mar > Odemira

Roadtrip pela Costa Vicentina

Almograve

Também é um spot extremamente bonito. Tem uma beleza cénica extraordinária.

A formação rochosa e as arribas fazem desta zona um dos pontos de paragem na costa vicentina.​

Costa Vicentina
Trilho Dunas o Almograve

Tipo de percurso: circular

Distância: 8,5 km

Dificuldade: moderada

Local de partida: no início da avenida da praia, seguindo pela Rua do Chafariz existem indicações de entrada no trilho.

Farol do Cabo Sardão

A sul de Almograve (na freguesia de S. Teotónio) está localizado o Farol do Cabo Sardão. Um local único com paragem obrigatória na rota pela costa vicentina.

Aqui reina a imponência das escarpas escavadas em direção ao mar, do horizonte inalcançável e da vida selvagem existente.

Se prestares atenção, vais ver casais de cegonhas-brancas (que escolheram unicamente esta costa para nidificar), falcões peregrinos ou gralhas-de-bico-vermelho.

Costa Vicentina
Costa Vicentina

Zambujeira do Mar

A Zambujeira também é um ponto alto da roadtrip pelo litoral alentejano. É um lugar com uma paisagem lindíssima do alto das falésias.

Durante o verão, a praia fica cheia e animada. Sem dúvida, um lugar para passar e tirar muitas fotografias.

Costa Vicentina

Odemira

O concelho de Odemira apesar de ter pouco mais de 26 mil habitantes constitui, em área, o maior concelho de Portugal.

Vila Nova de Mil Fontes, Longueira/Almograve e Santa Clara-a-Velha são apenas 3 das 13 freguesias que compõem o concelho de Odemira.

Costa Vicentina

A vila de Odemira fica localizada na região mais interior da área protegida do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina.

É uma vila genuína, envolvida pelas margens do rio Mira. Apresenta uma diversidade paisagística fantástica, e por isso vale toda a nossa atenção.

Locais de destaque para conhecer na vila de Odemira:

  • Praça da República
  • Jardim Sousa Prado
  • Igrejas da Misericórdia, de Salvador e de Santa Maria
  • Castelo de Odemira e miradouro
  • Ponte pedonal sobre o rio Mira
  • Ermida de Nossa Senhora da Piedade

3º dia na Costa Vicentina

Odeceixe > Praia de Odeceixe

Roadtrip pela Costa Vicentina

Este é mais um dos meus pontos preferidos da costa vicentina. Por isso, dediquei todo o dia a este lugar.

Se fizeres esta viagem durante o verão, aproveita o dia de praia e desfruta de toda esta paisagem maravilhosamente envolvente.

A praia de Odeceixe foi classificada como uma das 7 Maravilhas – Praias de Portugal. E, devido, à união da Ribeira de Seixe com o oceano, nesta praia, podes tomar banhos de água do mar e do lado oposto banhos de água do rio.

Odeceixe é uma pequena povoação com uma localização privilegiada no mapa. Aqui tudo é favorável – a união da ribeira com o oceano, o por do sol fantástico, as falésias gigantes.

É um enquadramento inesquecível para quem visita Odeceixe. Pura beleza e natureza!

Trilho Odeceixe-ao-Mar

Tipo de percurso: circular

Distância: 15 km

Dificuldade: moderada

Local de partida: início da Rua do Rio

4º dia na Costa Vicentina

Aljezur > Praia da Amoreira > Praia da Arrifana

Roadtrip pela Costa Vicentina

Aljezur

Depois de passeares pela bonita região de Odeceixe, ruma até ao próximo destino do roteiro. Aljezur está à tua espera!

Uma vila algarvia composta por casinhas caiadas de branco que te guiam até ao alto do Castelo Mouro de Aljezur do séc. X. Castelo que, mais tarde, viria a ser conquistado pelo jovem reinado português no séc. XVIII.

É mais uma pérola da costa vicentina. Aqui vive-se uma vibe positiva, vive-se o surf e a descontração.

Não deixes de passear e conhecer a vila de Aljezur, a praia da Amoreira e a da Arrifana. Cada uma com a sua beleza.

Praia da Amoreira

A praia da Amoreira é extensa, e à semelhança da praia de Odeceixe também apresenta uma confluência fantástica da praia marítima com a foz da ribeira (de Aljezur). Ou seja, é uma praia para toda a família.

Em maré-baixa observam-se lindas lagoas no areal. É uma zona de grande riqueza paisagística e biodiversidade que merecem ser contempladas. Não deixes de visitar esta praia.

Dica: é local excelente para a prática de windsurf e kitesurf.

Trilho Amoreira

Tipo de percurso: circular

Distância: 7 km

Dificuldade: moderada

Local de partida: Praia da Amoreira

Praia da Arrifana

Depois de conheceres a Amoreira, passa pela praia da Arrifana. Fica localizada mais para sul, próxima da povoação piscatória com o mesmo nome.

Esta praia está completamente cercada pelas altas arribas, e por isso mais protegida do vento e da forte ondulação.

A vista é imperdível. Só vivendo o momento do alto das arribas para perceber o sentimento que se vive.

5º dia na Costa Vicentina

Bordeira > Praia da Bordeira > Carrapateira > Praia do Amado > Sagres

Costa Vicentina

Aldeia da Bordeira

Depois de conheceres Aljezur e as praias da região, embarca rumo à pequena aldeia da Bordeira.

Visita esta pequena povoação rural emaranhada no coração do Parque Natural da Costa Vicentina. Percorre as ruas estreitas e aproveita todo o ar puro do campo.

Praia da Bordeira

A praia da Bordeira é mais um encanto da Costa Vicentina.

O areal é extenso e une-se com a Ribeira da Bordeira. Mais uma praia encantadora que reúne a água do mar e a água da ribeira.

A natureza reina aqui em todas as suas formas harmoniosas, portanto não deixes de fora esta visita à praia da Bordeira.

Dica: aproveita a praia para a prática de desportos náuticos e excelente para as crianças.​

Costa Vicentina

Carrapateira

A aldeia da Carrapateira é mais um dos meus spots preferidos da Costa Vicentina. É alegre, respira-se tranquilidade e boa disposição.

Um local que delicia todos os visitantes, surfistas, hippies, caminhantes e biólogos.

Se gostares de trilhos, deixo aqui mais uma boa sugestão para aderires na Costa Vicentina. O trilho do Pontal da Carrapateira. Um trilho circular com uma vista linda de embasbacar qualquer viajante.

Trilho Pontal da Carrapateira

Tipo de percurso: circular

Distância: 10,5 km

Dificuldade: moderada

Local de partida: Largo do Comércio

Praia do Amado

Depois de visitar a Bordeira e a aldeia da Carrapateira chegou a altura de conheceres a famosa praia do Amado.

Conhecida e falada entre os surfistas como um dos melhores spots portugueses para a prática de surf e uma referência a nível Europeu.

As características da plataforma continental, ondulação e ventos propiciam condições ideais para a prática deste desporto.

Costa Vicentina

Portanto, se estás a pensar em experimentar uma atividade náutica, esta praia é excelente para iniciantes. Aproveita as escolas de surf existentes e atira-te à aventura.

E além de toda a beleza e aptidões, a praia do Amado ainda é extremamente rica do ponto de vista geológico. Apresenta rochas sedimentares, metamórficas e de origem vulcânica (xistos, calcários, doleritos). Uma verdadeira riqueza!

Sagres

Sagres é uma pequena povoação e principal destino de surf. Aqui explora-se a natureza, o mar e as paisagens dramáticas onde o mar esculpem as falésias gigantes.

Explora a região, a Fortaleza de Sagres e o mítico Cabo de São Vicente. O local perfeito para fechar o roteiro pelo Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina.

É uma paisagem indescritível onde impera apenas a força da natureza. Lindo! Se fores por volta da hora do por do sol ainda otimiza mais toda a sua beleza!

Outros lugares para explorares perto da região:

  • Vila do Bispo
  • Burgau
Costa Vicentina

Planeia a tua próxima viagem

Quando planeias a tua viagem através dos links disponibilizados no blog, estás a ajudar e a incentivar o wander life a continuar a sua viagem pela criação de conteúdo útil e de qualidade. Não gastas mais por isso e ajudas o blog a manter-se ativo.

GOSTASTE DO POST? GUARDA O PIN PARA LERES MAIS TARDE! ↡↡
costa vicentina

QUERES VIAJAR MAIS E MELHOR?

 

Subscreve a minha Newsletter e recebe todas as sugestões de viagens, dicas e roteiros criativos no teu e-mail.

Recebi o teu pedido de subscrição. Por favor, confirma o registo no e-mail que te enviei agora. Obrigada!

Pin It on Pinterest

Share This